O Copacabana Palace vai reabrir após três meses de portas fechadas

Hotel mais famoso e icônico do Brasil, o carioca Copacabana Palace trabalha com a data de 20 de agosto para a sua reabertura após interromper as atividades em decorrência do coronavírus. Diretores do hotel discutem neste momento os novos protocolos de segurança a serem adotados. Ainda não foi batido o martelo se os hóspedes poderão usar a piscina, onde Lady Di deu braçadas em sua visita ao Rio de Janeiro em 1991.

Mesmo neste período fechado a equipe do Copa está bastante entusiasmada com a corrida de casais agendando casamento para 2021. Há meses já com todos os finais de semana reservados, alguns com dois eventos programados para o mesmo dia. Neste ano, logo no começo da pandemia, festas memoráveis previstas para ocupar o hotel tiveram de ser desmarcadas, a exemplo do casamento de Alexandre Birman, CEO do Grupo Arezzo, e a empresária Gabriela Verdeja. A comemoração teria 800 convidados vindos dos quatro cantos do mundo.

Leia nesta edição: entrevista exclusiva com o advogado que escondeu Fabrício Queiroz, a estabilização no número de mortes por Covid-19 no Brasil e os novos caminhos para a educaçãoVEJA/VEJA