Dueto improvável: ex-líder de boy band e roqueiro das antigas

De um lado, um ex-líder de uma boy band açucarada. De outro, o vocalista de uma raivosa banda de rock dos anos 80. Afonso Nigro, cantor à frente do antigo Dominó, e Philippe Seabra, da Plebe Rude, gravaram há cinco anos a atualíssima música Tô P da Vida (Olhando a gente tão pra baixo / Num baixo-astral, num cambalacho / E muito pouco amor à vida). Só agora, em meio à pandemia, decidiram lançar o dueto. “Não tem timing melhor diante do que estamos vivendo”, diz Nigro. Embora seja conhecido pelo pop romântico, ele sempre amou grupos de heavy metal e teve uma banda com o guitarrista Kiko Loureiro, ex-Angra e atual Megadeth. Nigro teve 48 shows cancelados por causa da pandemia. “Tenho feito lives e organizado um documentário. Se pensar no dinheiro que perdi, terei um infarto.”

Publicado em VEJA de 8 de julho de 2020, edição nº 2694