Nostalgia modesta: telas de drive-ins em SP ainda são menores que a média

Popular nos anos 1970, o cinema drive-in é uma das modas retomadas pelo “novo normal”. Mas, perto dos tradicionais drive-ins americanos, as proporções das telas paulistanas podem desanimar: para os 15 por 9,5 metros do Belas Artes Drive-In, por exemplo, clássicos como Bengies Drive-In Theatre (foto), em Maryland, e Boulevard Drive-In, em Kansas City, têm, respectivamente, 36 por 15 metros e 30 por 22 metros. Exibições de trailers e desenhos antigos nos intervalos incrementam a experiência nostálgica em algumas unidades, outro diferencial que não chegou à cidade. Segundo o Belas Artes, apenas um quarto do espaço é ocupado pelos carros e nenhum cliente reclamou da estrutura até agora.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 15 de julho de 2020, edição nº 2695.