Adolescente de Sorocaba é dono de um dos perfis do ‘Homem Pateta’

A Polícia Civil de São Paulo realizou uma operação para cumprir mandado de busca e apreensão na casa de um adolescente de Sorocaba, interior de São Paulo, na última sexta-feira (10). Ele seria o criador de um dos perfis “Homem Pateta”, que propõe desafios para que crianças pratiquem automutilação e suicídio. 

A conta utilizava o nome fictício de “Jonathan Galindo”, assim como outros perfis que davam voz ao personagem. Desde junho, três estados registraram casos relacionados ao “Homem Pateta”: São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. 

O adolescente confessou que enviava mensagens do perfil, mas disse que se tratava apenas de uma brincadeira. Ele não teve a identidade revelada. De acordo com o UOL, a polícia apreendeu o celular do rapaz para perícia e o inquérito está sob comando da Delegacia Seccional de Sorocaba.

“Homem Pateta”

Em junho, perfis que utilizavam o nome de Jonathan Galindo com imagens de um homem vestido de Pateta colocaram pais em alerta. As contas foram acusadas de estimular práticas de automutilação e pensamentos suicidadas em crianças. No passado, outras situações com o mesmo teor foram alvo de investigações, como Baleia Azul e Boneca Momo.

Continua após a publicidade

Segundo apuração, o homem que aparece vestido como Pateta seria o cineasta e maquiados James Fazzaro. Até o momento, não há informações de que ele tenha relação com o caso.