Adolescentes que faziam TikTok encontram mala com restos humanos

Um grupo de jovens encontrou uma mala com restos humanos em uma praia de Seattle, nos Estados Unidos. Eles estavam transmitindo o passeio pelo TikTok quando avistaram o objeto jogado em meio às pedras. Dentro estava um saco plástico que continha pedaços de corpos humanos. O caso aconteceu em 20 de junho.

Os adolescentes disseram que chamaram a polícia. Em comunicado, a corporação afirmou que recebeu um chamado da praia e que os jovens prestaram depoimento.

Segundo a rádio local “KING 5”, os pedaços dos corpos foram identificados como sendo de Jessica Lewis, de 35 anos, e Austin Wenner, de 27 anos, que morreram em 16 de junho. De acordo com a imprensa americana, os corpos apresentavam marcas de tiros e as mortes foram registradas como homicídio. 

“Quando ela abriu, o cheiro estava insuportável”, dizia a legenda.

Continua após a publicidade

@ughhenry

Something traumatic happened that changed my life checkkkk 😐🥺 @natthecvt #fyp #viral #crime #murder #randonautica #randonauting #scary #washington

♬ Creepy, scary, horror, synth, tension – Sound Production Gin

Enquanto transmitiam o passeio pelo TikTok, os adolescentes usavam um aplicativo chamado Randonautica, que funciona através de um gerador de coordenadas aleatórias baseadas na posição atual do usuário. A partir delas, entra-se em uma ‘missão’. 

Em comunicado, o Randonautica disse que sua intenção não é encontrar coisas perturbadoras. “Nossa primeira reação foi checar se os adolescentes estavam bem. Enviamos uma mensagem informando que a intenção da Randonautica não é encontrar algo perturbador como aconteceu”.

Continua após a publicidade

O porta-voz acrescentou que as coordenadas da Randonautica são “verdadeiramente aleatórias” e “não têm como interceptar ou fornecer locais específicos”. “As coordenadas são aleatórias, portanto é responsabilidade do usuário se aventurar com segurança”, falou ao Buzzfeed americano.