Dois jovens morrem em acidente de carro na ZL, mas família fala em tiros

Um acidente de carro matou dois jovens e feriu gravemente outros três na noite da última quinta-feira (10) na Zona Leste de São Paulo, diz versão oficial. Parentes das vítimas que foram até o local contestam a perícia e dizem que os jovens tinham marcas de tiros na cabeça e nas costas.

Ao G1, a tia de um deles disse que não foi acidente. “Eles falaram que tinha sido um acidente, mas não foi acidente, porque ele está baleado e não vai ter arma. Ele está baleado no pescoço. Não foi acidente. A perícia falou que foi acidente, mas não foi. O outro rapaz, o do lado, está baleado na testa e nas costas e o meu sobrinho na cabeça. Ele não é ladrão, ele é trabalhador, ele não é ladrão. Nem entrada de polícia ele tem, meu sobrinho não deve, porque ele não é ladrão.”

O carro ficou destruído após colidir com uma árvore no canteiro central da Avenida Marechal Tito. Um frentista gravou um vídeo depois que tudo aconteceu.

“Eu vi o carro descendo em alta velocidade a [Avenida]Marechal Tito. Aí teve a colisão, ele perdeu o controle na curva, no cruzamento. Aí, houve a colisão com a árvore e a viatura da polícia, da Rota, do BAEPE, já encostou. Já estava tudo entre os ferros, entre as ferragens”, disse Altair Silva dos Santos.

Continua após a publicidade

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) ainda não se posicionou sobre o caso.