PC Siqueira: polícia faz busca e apreensão na casa do youtuber

Na manhã da última segunda-feira (13), a Polícia Civil de São Paulo cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de Paulo Cezar Goulart Siqueira, o PC Siqueira. As informações são do G1.

Ele é investigado após um perfil no Twitter vazar prints de conversas em que ele teria afirmado que recebeu fotos de uma criança de 6 anos nua.

Nas redes sociais, o youtuber publicou um texto em que cita uma “articulação criminosa” para tentar acusá-lo de “algo terrível”. Ele diz que jamais cometeu ou cometeria o crime.

O caso

Em 10 de junho um perfil no Twitter expôs uma suposta troca de mensagens entre PC Siqueira e um amigo em que o youtuber teria dito que recebeu fotos de uma criança, enviadas pela própria mãe. PC Siqueira disse que ficou muito abalado e que as imagens eram fake news para incriminá-lo.

Continua após a publicidade

Depois, supostos áudios também foram vazados. Neles, PC teria dito que “deve ter um traço” de pedofilia. “É muito bizarro, porque, antes de ontem, eu fui acusado de racismo. Agora, eu vou ser o pedófilo, porque… É, eu meio devo ter um traço disso, porque eu olhei a bunda de uma menina e, no meio da situação, do sexo virtual, aquilo lá me deixou arroused [excitado]”.

“Estamos perplexos e decepcionados”, disseram Cauê Moura e Rafinha Bastos, que participavam do canal Ilha dos Barbados com PC Siqueira. Eles cancelaram o projeto. Dias depois, o youtuber apagou seu canal no Youtube, um dos mais famosos no Brasil.