Réveillon na Paulista é cancelado pela Prefeitura de São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (17) que a festa de Réveillon na Avenida Paulista não acontecerá neste ano. A decisão foi tomada por conta do risco de transmissão do coronavírus em ambientes de grande aglomeração.

“Hoje, a gente anuncia que nós também não teremos o Réveillon na Paulista nessa virada de ano de 2020 para 2021. Tanto a prefeitura, quanto o governo do estado de São Paulo, os técnicos da vigilância sanitária e do governo do estado entendem [que é] muito temerário nós organizarmos um evento para um milhão de pessoas na Avenida Paulista para dezembro deste ano”, disse.

“Com a temeridade de realizar um evento para 1 milhão de pessoas e o impacto que isso possa ter na área da saúde, é bem maior do que qualquer prejuízo econômico que a cidade possa ter nesse instante. Então, a área da saúde foi preponderante para que a gente tomasse essa decisão. Não há nenhuma possibilidade de se pensar nesse momento numa festa que reúne 1 milhão de pessoas. Claro que o réveillon na paulista ajuda o setor de turismo, mas é um evento muito mais para os paulistanos do que para os turistas”, afirmou ele.

A decisão já era esperada. Na última quarta-feira (15), João Doria já tinha mencionado que megaeventos como réveillon e carnaval não deverão ser celebrados diante da pandemia do coronavírus até a criação de uma vacina contra a Covid-19.